terça-feira, 20 de maio de 2014

ALGUMAS COISINHAS BÁSICAS SOBRE CATEQUESE

(Conselhos da Tia Ângela)

Umas coisinhas que andei encontrando por aí, sobre a catequese:

1. “Catequese é mais do que ensinar doutrina.” Alguém ainda acha isso? Ou chama a catequese de “catecismo”? Tá por fora!
2. “Se o rebanho é mau, a culpa é do pastor.” Que drama! Calma. É apenas para dizer que a mudança tem de começar por você, em vez de estar sempre a culpar as pobres ovelhas e a falta de um bom pastor...
3. A capacidade de atenção de um adulto resume-se a 20 minutos, a atenção de uma criança a 3 minutos, e a de um adolescente a 2 segundos (piadinha… mas dá o que pensar!).
4. Sem acolhimento e sem nada que os interesse, não se espante que os seus catequizandos estejam sempre muito irrequietos e faladores.
5. Catequese é mais do que uma atividade “fixa”, extra-escolar. Não é “aula de inglês”, “balé”, “aula de violão”, “judô”... Não é pra ser enfiada no “meio” da agenda atribulada das crianças. Faça os pais compreenderem isso.
6. Fazer um encontro fora das paredes da sala pode ser uma ótima experiência. Mas se está à espera do tempo ideal, do sítio ideal, do grupo ideal… Espera sentadinha(o), não vai surgir tão cedo...
7. Interiorizar a Palavra é mais do que explicar o sentido das coisas. Use a retórica (a arte de comunicar). Falar bem ajuda a encontrar eco junto da mensagem.
8. Se você não conseguir resumir o seu encontro numa única frase-chave, é melhor repensar tudo.
9. Uma fotografia, ou qualquer outra imagem, serve para ajudar e não para atrapalhar, distrair ou complicar.
10. Catequese é mais do que lições de moral e bons costumes.
11. Como diz a canção: "se um catequizando desinteressado incomoda muita gente, dois catequizandos desinteressados incomodam muito mais!" Conquiste-os um a um e não desista só porque acha que um deles “não tem remédio”.
12. Só porque o itinerário catequético ou manual não se adapta ao seu grupo, não significa que deva ser descartado por completo. O mapa pode estar desatualizado, mas continua a ser útil se indicar onde fica o ponto A e o ponto B.
13. O planejamento serve para ajudar e não para cegar perante os imprevistos. Sempre que necessário, atreva-se a reformular o tema e a abordagem, o jeito de falar, a exposição... Por favor!
14. Procure ser simples e eficaz, deixa o floreado para as flores.
15. Catequese é mais do que espiritualidade barata. Nunca use a oração como "cala boca", eles só vão entender o que estão fazendo lá pelo amém...
16. Acompanhamento pessoal é poesia quando o catequista tem mais de vinte crianças/adolescentes sob a sua responsabilidade: "Ah, mas, não tem mais ninguém para assumir!". Você e ninguém tem o mesmo efeito neste caso.
17. Você pode levar a todo encontro uma guloseima, fazer uma brincadeira, ser a “Tia” boazinha cuja catequese é “divertida”. Eles vão sempre se lembrar de você. Mas, e de Jesus? Vão lembrar?
18. O exemplo da “catequese de Jesus” é para ser seguido. Caro catequista, estudá-Lo de forma mais científica não vai te fazer mal nenhum.
19. Agradar a gregos e troianos incapacita qualquer um de criar identidade de grupo ou de elaborar um trabalho coerente e responsável. Entende? Ninguém gosta de barata tonta…
20. Quando tudo o resto estiver esquecido, lembre-se: seja autêntico!
21. Catequese é mais do que catequista-turminha-Igreja. É ENCONTRO de pessoas! O catequizando é uma pessoa que você está ajudando a formar e não um “aluno” para se brincar de “professor(a)”. Aliás, ser professor é bem mais sério do que você pensa...

Ângela Rocha
angprr@gmail.com


SEGUIDORES DO CATEQUISTAS EM FORMAÇÃO