quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Novena do Catequista - 5º dia


5º dia da novena
Abençoai, Senhor, minha comunidade

■ SINAL DA CRUZ   -   Oração inicial

Senhor,
Sou catequista por vós enviado, a serviço da Igreja.
Anuncio o Evangelho com alegria 
formando os vossos discípulos
para que se tornem missionários.
Coloco-me a vossa disposição,
e à disposição dos meus catequizandos.
Peço a graça de perseverar,
superando limitações e dificuldades.
Rezo esta novena com fé,
por mim, por meus catequizandos,
pelos seus familiares e pela Igreja.
Iluminai-me com o vosso santo Espírito
e mergulhar-me no amor do Pai em minha oração
e em minhas atividades.
Amém!


Interiorização
■  Faça do seu coração a sua igreja. Desacelere os pensamentos e suavize os sentimentos. Acolha todos os ruídos e barulhos, transformando-os em sons que o ajudem a sentir-se bem. Abra o seu ser a Deus como você abre as portas de casa a uma pessoa amiga. Receba-O suavemente, sinta-se abraçado por Ele. Deixe que Ele demonstre todo o seu amor por você. Por alguns instantes, permita que Ele faça companhia a você, e você a Ele.

■ SSem pressa, visualize agora, com a maior fidelidade possível a sua comunidade. Comece pela igreja ou salão em que vocês se reúnem para a missa e a celebração dominical da Palavra. Recorde do ambiente, do altar, das cadeiras, do sacrário, das imagens. Passeie mentalmente por esse espaço sagrado. Em seguida recorde as pessoas que ali se encontram para rezar, cantar partilhar, refletir, agir, confraternizar. Essa é a sua família na fé, a quem você serve como catequista. Depois guarde alguns instantes de silencio, assimilando o que veio à sua mente e ao seu coração.

Reflexão
■ Leia sem pressa

A vida em comunidade é caracterizada pela diversidade e pela comunhão. Pela diversidade porque nela várias necessidades que exigem pessoas com dons especializações diferenciadas. E comunhão porque todos atuou em nome do mesmo Cristo e do mesmo Evangelho. Embora agindo em áreas diferentes,Pastoral Catequética, Pastorla Familiar, Pastoral da Juventude, por exemplo, caminham juntas, ajudando-se e complementando-se. Quanto mais entrosamento e ação conjunta, tanto mais Cristo é anunciado e o evangelho praticado. 

■ Reflita: o que esse texto diz  a mim, catequista?

Instrução
Instrução Triunfe em vossos corações a paz de Cristo, para qual fostes chamados afim de formar único corpo. E sede agradecidos. A palavra de Cristo permaneça entre vós em toda a sua riqueza, de sorte que com toda a sabedoria voz possais instruir e exortar mutuamente. Sob a inspiração da Graça, cantai a Deus de todo coração salmos, hinos e cânticos espirituais. Tudo quanto fizerdes,por palavra ou por obra, fazei-o em nome do senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai (Col 3, 15-17).

■Leia o texto novamente, com calma. O que mais chamou sua atenção? Que palavras sobressaíram da leitura? Que mensagem você encontrou neste texto da Sagrada Escritura?

■Tempo para pensar, meditar e saborear a Palavra de Deus.


Entrega
■ Da forma mais simples possível, diga a Jesus, como se você estivesse conversando com Ele, tudo o que você tem a dizer sobre a sua comunidade, a começar pelos aspectos positivos. Também recorde do que não está bom e poderia ser diferente. Interceda pelos líderes, especialmente pelo pároco e demais padres que servem a comunidade. Diga tudo, não guarde nada para você...

■ Depois de falar, Silencie a mente e o coração. Deixe que o Espírito Santo ilumine a sua reflexão e oração e as entregue a Jesus; Jesus, por sua vez, as apresentar ao pai.

Compromisso
Diante do que rezei e refleti hoje, que compromisso vou assumir em relação à minha comunidade de fé e vida?  
■ Diga a Jesus: “Jesus eu assumo o compromisso de...”

Oração
Senhor, neste quinto dia da novena, peço que me ajudeis a entender o valor e o significado de viver e evangelizar em comunidade. Quero somar, e não dividir; acrescentar, e não diminuir. Unido às demais pastorais, vou me colocar a disposição delas dentro das minhas possibilidades. Amém

■ Se você tiver um pedido particular para fazer, apresente-o agora a Jesus. Depois conclua glorificando a Trindade:
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Amém.


Oração final

Senhor,
obrigado pelo ministério
que a mim confiaste
por meio de vossa igreja.
Amo os meus catequizandos
e os evangelizo com alegria,
apresentando-vos como
o Caminho, a Verdade e a vida.
Obrigado por esta novena
em que entrego a vós
a mim e aos meus catequizandos.
Olhai por suas famílias,
especialmente por aquelas
que carregam as cruzes mais pesadas.
Abençoai, Senhor, toda a minha vida,
em casa, no trabalho e na comunidade.

■ SINAL DA CRUZ
Amém!

SEGUIDORES DO CATEQUISTAS EM FORMAÇÃO