sábado, 6 de agosto de 2016

HOMILIA DO DOMINGO - GOTAS DE PAZ


“Onde está o teu tesouro, aí está também o teu coração.” Lc 12, 34
Na semana passada, estivemos refletindo sobre a desgraça que pode provocar em nossas vidas a avareza, o querer sempre acumular e o materialismo. Pois bem, neste domingo Jesus continua chamando a nossa atenção sobre este perigo. Ele nos recorda que nosso coração se encontra naquelas coisas que nos interessam mais e com as quais gastamos a maior parte de nosso tempo e de nossas energias.

Esta chamada de atenção é muito importante porque muitas vezes nos enganamos a nós mesmos quando pensamos ou dizemos que existem coisas que são mais importantes para nós, quando na realidade os fatos dizem que estão em segundo plano. Por exemplo, Deus, quando falamos dele, sem dificuldades dizemos que o amamos acima de todas as coisas, e que ele é o mais importante para nós, mas na verdade, muitas vezes nem temos tempo para Deus. Somos consumidos por tantas outras coisas, que na realidade ele se encontra na periferia de nossas vidas e mantemos com ele uma relação superficial. Ou seja, neste caso Deus não é o tesouro e não temos nele o nosso coração, ainda que digamos durante a missa:o nosso coração está em Deus.

Muitos dizem que a família é a coisa mais importante de suas vidas, mas na verdade gastam muito mais suas energias com outras coisas. Estão mais preocupados com os planos pessoais. Ou se justificam dizendo que tudo o que fazem é para os filhos, quando na verdade, estes filhos necessitariam muito mais do abraço e da presença. Nestes casos o bem dos filhos não é mais do que uma máscara para disfarçar a cobiça, o desejo de ter sempre mais, de acumular. Outros não conseguem renunciar a seu programa de televisão, ou a seus entretenimentos pessoais pra estarem com a família. É claro que se é assim, ainda que o digam em palavras, no concreto dos fatos a família não é o seu tesouro, os seus corações não estão na família.

Existe também um grande número de pessoas que afirmam que os amigos são um tesouro. Que por um verdadeiro amigo seriam capazes de dar tudo. Mas quando chega o momento exato de fazê-lo, quando encontram um amigo em necessidade, acabam por descobrir a própria realidade: não são capazes de renunciar a nada de sua vida para ajudar a seu amigo. Então o que antes parecia ser um tesouro desaparece como fumaça, e se descobrem mais atados a outras coisas materiais as quais não são capazes de deixar.

Jesus insiste: Onde está o teu tesouro, aí está também o teu coração. Eu já encontrei muitas pessoas que têm seu tesouro em coisas materiais ou passageiras, ainda que não o digam o não aceitem. Algumas têm o coração depositado em um banco, outras têm o coração em uma linda casa, outras em um automóvel, outras na carreira profissional ou política, outras em um título acadêmico, outras ainda em uma pessoa-paixão... mas todas estas coisas são circunstanciais e em algum momento podem vir a faltar, e então as pessoas que tinham ali os seus corações acabam destruídas, deprimidas e arrasadas. Jesus nos convida hoje a nos perguntarmos: Onde está o meu tesouro? Onde está o meu coração? Temos que ser sinceros conosco mesmos: devemos descobrir quais são as coisas que efetivamente ocupam nosso tempo, nossas forças, nossas preocupações, nossos planos e sonhos, pois estes serão os melhores indícios para descobrirmos onde de fato temos nosso coração, sem enganar a nós mesmos com belas palavras que ocultam a nossa realidade.

Somente quando acumulamos um tesouro no céu, estamos seguros de que nada poderá destruir, pois como disse Jesus, no céu o ladrão não rouba e nem a ferrugem consome. Os modos de que dispomos para acumular este tesouro no céu são: a caridade, o amor, o serviço aos demais, a solidariedade, a partilha... estas são as únicas coisas que nunca perderemos e que nos acompanham até a vida eterna. As outras coisas, os bens, as posses, todas permanecerão aqui e talvez até serão motivo de discórdia entre os que permanecerão.

Que o Senhor nos encoraje a começar a acumular um tesouro no céu!
 
O Senhor te abençoe e te guarde
O Senhor te faça brilhar o seu rosto e tenha misericordia de ti.
O Senhor volva seu olhar carinhoso e te de a PAZ.

Frei Mariosvaldo Florentino, Capuchinho.

SEGUIDORES DO CATEQUISTAS EM FORMAÇÃO