quinta-feira, 22 de setembro de 2016

QUANTAS PARÁBOLAS JESUS ENSINOU?

As Parábolas de Jesus: mais um tema para aprofundarmos neste Mês da Bíblia.

A maneira predileta de Jesus ensinar era pelo uso de parábolas. Ele sabia que as pessoas gostavam de ouvir uma boa estória e usava termos e situações do cotidiano das pessoas. Jesus usava parábolas para falar com o povo. E com as parábolas ia ensinando aquilo que o povo ansiava para escutar e aprender.


Tudo isto disse Jesus à multidão em forma de parábola. De outro modo não lhe falava, para que se cumprisse a profecia: Abrirei a boca para ensinar em parábolas; revelarei coisas ocultas desde a criação {Sl 77,2}.

(Mateus 13, 34-35)

A parábola é um recurso de linguagem de origem judaica que Jesus utilizou muito nos seus discursos, para esclarecer seu ensinamento. Nos Evangelhos encontramos nada menos de 40 parábolas, alguns autores consideram algumas passagens como sendo parábola, aumentando assim o número delas. E temos também duas passagens do Antigo Testamento a considerar como parábolas.

Eis uma lista, muito considerada por vários autores:

Do Novo Testamento:

01. O bom samaritano — Lucas 10,30-37 (Uma das parábolas da Misericórdia).
02. A ovelha perdida — Lucas 15,4-7 (Uma das parábolas da Misericórdia).
03. A moeda perdida — Lucas 15,8-10 (Uma das parábolas da Misericórdia).
04. O filho (perdido) pródigo — Lucas 15,11-32 (Uma das parábolas da Misericórdia).
05. O administrador desonesto — Lucas 16,1-8
06. O homem rico e Lázaro — Lucas 16,19-31 (Uma das parábolas da Misericórdia).
07. Os servos — Lucas 17,7-10
08. A viúva e o juiz — Lucas 18,2-5 (Uma das parábolas da Misericórdia).
09. Os talentos — Lucas 19,12-27
10. Os lavradores maus — Lucas 20,9-16
11. A roupa nova — Lucas 5,36
12. O vinho novo — Lucas 5,37-38
13. Os dois alicerces — Lucas 6,47-49
14. Os dois devedores — Lucas 7,41-43 (Uma das parábolas da Misericórdia).
15. O semeador — Lucas 8,5-8
16. A lamparina — Lucas 8,16-18
17. Os empregados alertas — Lucas 12,35-40
18. O amigo persistente — Lucas 11,5-8
19. O rico sem juízo — Lucas 12,16-21
20. O empregado fiel — Lucas 12,42-48
21. A figueira sem figos — Lucas 13,6-9
22. A figueira sem folhas — Lucas 21,29-31
23. A semente de mostarda — Lucas 13,18-19
24. O fermento — Lucas 13,20-21
25. Os convidados para festa de casamento — Lucas 14,7-14
26. A grande festa — Lucas 14,28-33
27. A construção duma torre — Lucas 14,28-33
28. O fariseu e o cobrador de impostos — Lucas 18,10-14 (Uma das parábolas da Misericórdia).
29. O retorno do proprietário — Marcos 12,1-9
30. A semente que cresce — Marcos 4,26-29
31. O joio — Mateus 13,24-30
32. O tesouro escondido — Mateus 13,44
33. A pérola — Mateus 13,45-46
34. A rede — Mateus 13,47-48
35. O empregado mal — Mateus 18,23-24
36. Os trabalhadores no vinhedo — Mateus 20,1-16
37. Os dois filhos — Mateus 21,28-31
38. A festa de casamento — Mateus 22,2-14
39. As dez virgens — Mateus 25,1-13
40. As ovelhas e as cabras — Mateus 25,31-36

Do Antigo Testamento:

01. A ovelha — 2Samuel 12.1-4
02. O vinhedo — Isaías 5.1-7

AS PARÁBOLAS DA MISERICÓRDIA


 
Para quem tem familiaridade com a Bíblia, as “Parábolas da Misericórdia” evocam as três narrações de Lucas 15, 1-37: a ovelha perdida, a moeda perdida e o filho pródigo. Na realidade a misericórdia é aprofundada também em outras parábolas de Jesus: os dois devedores (Lc 7,41-43), o bom samaritano (Lc 10, 29-37), o rico e o pobre Lázaro (Lc 16, 19-31), o juiz injusto e a viúva insistente (Lc 18, 2-14), 0 fariseu e o publicano no Templo (Lc 18, 10-14). São OITO as parábolas de Jesus que, a partir de vários pontos de vista, tocam a misericórdia no Evangelho de Lucas, chamado de “Evangelho da Misericórdia”, onde se narra a vida de Jesus escolhendo a misericórdia como principal fio condutor.


PARA REFLEXÃO E ESTUDO:

Na medida do seu tempo, escolha uma parábola de cada vez. Para “decodificá-la” tente responde as seguintes perguntas:

01 - Para quem a parábola foi contada?
02 - Porque a parábola foi contada?
03 - Qual é a moral da parábola?
04 - Existe algum ponto culminante na parábola?
05 - Alguma interpretação é dada na passagem para a parábola?

Para responder estas questões é muito importante se considerar as notas da Bíblia em uso. Algumas bíblias possuem excelentes notas explicativas que podem ajudar o catequista nesta formação.

Sugerimos a BÍBLIA DE JERUSALÉM para estudos mais ricos e completos.


FONTES DE PESQUISA: 
LÄPPLE, Alfred. Bíblia, Interpretação atualizada e catequese. Volume 4. Novo Testamento 2. Paulinas: São Paulo 1980, páginas 229-230 (são nomeadas 40 Parábolas, com citações dos sinóticos).

JEREMIAS, Joachim.  As Parábolas de Jesus. Trad. João Rezende da Costa. 9ª Edição. Editora Paulus: São Paulo, 2004.

Todas as parábolas do novo testamento. Encontrado em: http://ultimato.com.br/sites/timcarriker/2007/10/28/40-todas-as-parabolas-do-novo-testamento (Acesso em 27 de junho 2013).



SEGUIDORES DO CATEQUISTAS EM FORMAÇÃO