quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

QUAL É O DIA CERTO PARA DESMONTAR A ÁRVORE DE NATAL?

Quando o fim do ano se aproxima, quem valoriza as tradições - sejam culturais ou religiosas - não vê a hora de montar a árvore de Natal, um dos grandes símbolos do período natalino. E existe um dia adequado para inaugurar oficialmente as celebrações natalinas. Para a Igreja, a data correta é o quarto domingo antes do Natal, quando se inicia o tempo do Advento. Em 2016, essa data foi no dia 27 de novembro. 

Segundo orientações da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a árvore não deve ser montada toda de uma vez, o ideal é acrescentar enfeites e adereços aos poucos, durante as quatro semanas do Advento, que é, para os católicos, um tempo de preparação.

Por isso, mais do que aderir à tradição e às comemorações de final de ano, é importante aproveitar esta época para refletir e resgatar o espírito de união e confraternização com o próximo.

Na tradição da Igreja Católica o pinheiro simboliza a vida. Isso porque durante o Natal, no Hemisfério Norte, todas as árvores perdem as folhas, com exceção do pinheiro.

Presépios 

A montagem do presépio, também tradicional em tempos de Natal, deve seguir a mesma linha da preparação da árvore de natal. Nos primeiros dias monte a gruta, depois vá colocando os animais e os pastores. Maria, José e o menino Jesus devem fazer parte do presépio apenas mais próximo do Natal, recomenda a Igreja.

Hora de desmontar

Tradicionalmente, o dia de desmontar a árvore de Natal, o presépio e toda a decoração natalina é 6 de janeiro, o Dia de Reis. Foi nesse dia que os três reis magos encontram o menino Jesus e o revelaram a todas as nações. Neste final de Semana, Dia da Epifania do Senhor, é o 1º Domingo do Tempo Comum, termina o tempo de Natal e começa o tempo comum para a Igreja. 


Mas, por mais que os enfeites fiquem lá naquela caixa, guardados até o próximo natal, fica conosco, alguns dias ainda, a magia deste tempo, que em nossos corações permanece sem querer ir embora.

Ângela Rocha

SEGUIDORES DO CATEQUISTAS EM FORMAÇÃO