sábado, 28 de abril de 2018

DIA DAS MÃES TÁ CHEGANDO!


 
Está chegando o DIA DAS MÃES! E como vamos comemorar?

Origem

Essa celebração teve origem na Grécia e Roma Antiga, ​ mais precisamente nas festas da primavera. Nestes eventos aconteciam os cultos de adoração às divindades que representavam as mães, como as Deusas Reia, mãe dos deuses, ou Cibele, a Deusa mãe romana.

Com o passar do tempo, essa celebração foi crescendo e adquirindo um lugar de destaque nas datas comemorativas, sendo festejada em quase todas as partes do mundo, em diferentes épocas. No século XVII, a Inglaterra surge como motivadora dos eventos e comemorações para as mães, celebrada no país, no quarto domingo da Quaresma e denominado de “MotheringDay”. A partir disso, os operários passaram a ter esse dia de folga com o intuito de visitarem suas mães.

Mais tarde, nos Estados Unidos, Anna Maria Jarvis (1864-1948), depois da morte de sua mãe, Ann Maria Reeves Jarvis, em 1905, que lhe causou imensa tristeza, ela fundou os “Mothers Days Works Clubs”, realizando campanhas em prol das mães trabalhadoras e espalhando mensagens da importância dessa figura na vida das pessoas fez crescer ainda mais a necessidade de demostrar a importância das mães nas sociedades as quais merecem carinho, compreensão, respeito, amor. A data foi oficializada nos Estados Unidos em 1914, pelo presidente Woodrow Wilson. Com isso, a data se popularizou pelo mundo sendo celebrada com troca de presentes, almoços familiares, surpresas para as mães, etc.

Para a idealizadora da data, Anna Jarvis, esse caráter comercial que acabou tornando essa celebração tornou-se uma grande tristeza. Isso porque transformou seu principal objetivo, ou seja, de estar com as mães e agradecer sua presença. Segundo ela: “Não criei o dia das mães para ter lucro”, frase que enfatiza sua indignação ante esse fenômeno comercial. Em muitos países, essa celebração é considerada uma das épocas de maior lucro e movimentação de consumidores, depois do Natal. Enfim, Jarvis que lutou para que esse dia, celebrado para homenagear todas as mães (vivas ou mortas), fosse feriado, com a popularização da data, lutou por sua eliminação.

Dia das Mães no Brasil

No Brasil, o Dia das Mães é comemorado no segundo domingo do mês de maio, tal qual nos Estados Unidos, Japão e Itália. A data foi implementada em 1932 no governo de Getúlio Vargas, embora já tenha sido comemorada desde 1918, por iniciativa da Associação Cristã de Moços, de Porto Alegre. Mais tarde, em 1947, o Arcebispo Dom Jaime de Barros Câmara, determinou que essa data fizesse parte também no calendário oficial da Igreja Católica. No país, a data é muito popular e comemorada de diversas maneiras: desde eventos especiais, atividades escolares, dentre outras.

Dia das Mães na Catequese

E lembrem de antes de comemorar o Dia das mães na catequese, verificar se na turma alguém não tem mãe ou então tem Mãedrasta, Vómãe, Irmãe, Multimãe, Pãe e Mãemãe, duas mães... e procure não aderir muito ao fator "comercial" desta data. Muito mais que mês das mães, vale comemorar o mês da Mãe Maria, lembrando mais o "sentimento" do que o presente material.

Quem sabe, ao invés de planejar presentes, lembrancinhas, cartões, etc., fazer um "encontro" diferente convidando as diversas figuras de mãe para estar com os filhos um dia na catequese. Mostrem o dia do filho na catequese, visitem juntos o sacrário e rezem uns minutinhos por todas as mães do mundo, preparem um lanchinho, troquem um dedinho de prosa. Vamos retornar o espírito do Dia das Mães idealizado por Anna Maria.

FONTE: Internet diversas.




(Enfeite as bordas com cola gliter dourada ou prateada)

Ângela Rocha


Catequistas em Formação





SEGUIDORES DO CATEQUISTAS EM FORMAÇÃO