domingo, 6 de agosto de 2017

HOMILIA: 18º DOMINGO TEMPO COMUM



                                         A TRANSFIGURAÇÃO DO SENHOR

No Evangelho de hoje nos é apresentado Jesus transfigurado tendo ao seu lado Elias e Moisés, e aos seus pés os discípulos Pedro, Tiago e João.

Dentro do contexto em que o evangelho foi escrito e salientando que o mesmo em certo sentido de leitura quer responder a pergunta “Quem é Jesus” fica obvia a resposta nessa perícope proposta para hoje: Jesus é aquele que  continua as intuições da linha profética (Elias) e da lei (Moisés); sendo ele o maior dos profetas e mais que a lei, levando-a a plenitude; sendo amado pelo Pai que põe no Filho e sente por ele grande orgulho/alegria.

Assim, olhando para a contemporaneidade de Jesus podemos entender que os lideres religiosos de sua época com toda a sua vivencia religiosa e ética da lei não eram ou não estavam de acordo e do agrado do Pai. Mas Jesus, sim!

Quanto aos discípulos, como testemunhas e sendo eles as colunas da igreja mãe de Jerusalém, reconhecendo e testemunhando essa fato, tem plena consciência de que Jesus é o Senhor aprovado por Deus e pode inclusive serem proclamadores junto ao povo. Entretanto, essa proclamação só poderá ser feita quando do projeto de Deus for cumprido em Jesus pela sua paixão e ressurreição.

A mensagem é clara: Jesus é mais e maior que a Lei (Moisés) e a Profecia (Elias) e nesse 
caso, somos todos chamados a fazer a experiência de Deus através de Jesus. Para tanto, fica a pergunta e esse texto para nos ajudar:  

Quem é Jesus para mim/você/nós, hoje? Contemplemos. Um caminho a luz desse texto? Os pobres! Façamos a experiência, e descubramos o rosto do Senhor. 

Certamente uma luz luminosa e uma voz forte dentro de nós ecoará palavras de galardão:
 “…esse é (tu és) meu filho amado, nele ( em ti) está minha alegria e esperança!”

SEGUIDORES DO CATEQUISTAS EM FORMAÇÃO