sábado, 14 de janeiro de 2017

CELEBRAÇÃO DE ACOLHIDA: "NÓS SOMOS O BOM PERFUME DE CRISTO"


Esta celebração é ideal para o grupo de catequistas iniciar o Ano Catequético.

AMBIENTE: Sala com cadeiras em círculo, uma mesa ao centro, uma bacia de água benta e meia dúzia de rosas (+ ou-), para serem despetaladas e uma toalha.

SímbolosVela, Bíblia, Crucifixo, imagem de Nossa Senhora, vaso com flores, a jarra com água (deixar fora da sala).

01 - ACOLHIDA: O animador começa o encontro dando as boas-vindas a todos e convida-os para irem se sentando no círculo de cadeiras. Despretensiosamente deve ir até o centro da sala e iniciar a dinâmica abaixo, falando bem devagar como se estivesse contando um fato da vida.
  
02 - TEXTO DE APOIO: Somos o "Bom Perfume"

(Não é preciso “decorar” o texto, apenas lembrar com suas palavras o teor dele. Caso não tenha segurança para isso, pode ler enquanto faz os gestos).

"E graças a Deus, que sempre nos faz triunfar em Cristo, e por meio de nós manifesta em todo o lugar a fragrância do seu conhecimento. Porque para Deus somos o bom perfume de Cristo." (2Cor 2,14-15a).

Todas as pessoas apreciam uma boa fragrância. Umas preferem as mais adocicadas, outras as mais cítricas ou as florais... Mas sempre procuramos aquele aroma agradável que sempre nos faz bem. 

Alguns perfumes também nos trazem lembranças de pessoas que amamos. E um dos símbolos do amor é a Rosa. Ela contém beleza e perfume. Deus, no seu encanto e formosura, é capaz de desfazer-se para deixar em nós um pouco de seu perfume, de sua beleza. Jesus ao se sacrificar, desfez-se da própria vida para nos salvar. E com sua ressurreição fez tudo novo. 

Encontramos na segunda carta aos Coríntios a seguinte afirmação: "Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo." (2Cor 5, 17). Pelo sacrifício de Cristo, no qual fomos inclusos, o Pai nos recebe como filhos e lhe somos agradáveis. 

Jesus se doa para nos dar a vida, assim como estas rosas, deixando em nós sua marca e seu perfume. Hoje, não necessitamos de perfume exterior para sermos agradáveis a Deus, nós somos o "Bom Perfume de Cristo". E assim podemos refletir: Qual perfume minha vida tem exalado? Aquele que é bom e agradável ao meu irmão?

João em sua primeira carta diz: "Aquele que diz que está nele, também deve andar como ele andou." (IJo 2, 6).

Deixe então agora, que sua vida transmita o bom perfume de Cristo, que emana da sua presença para o seu ser, através da vida nova de comunhão com Jesus... E assim, você abençoará a muitos, sendo "Bom Perfume" de Cristo, e exalando as qualidades do seu Senhor, por onde passar.  Abençoe agora o seu irmão ou irmã que está ao lado usando a água perfumada com o amor que Cristo transmite a você para que você transmita ao seu irmão. Molhando suas mãos na água perfumada pelas pétalas, molhe a fronte de quem está ao seu lado dizendo: “Recebe a benção do Deus Pai, Filho e Espírito Santo, que te ama com amor infinito!”.

03 – COMO FAZER A DINÂMICA DA ÁGUA PERFUMADA (PÉTALAS DE ROSAS)

O animador deverá motivar o grupo a perceber que Deus nos acolhe com amor. 
Enquanto diz as palavras do texto ou semelhantes, deve-se ir despetalando as rosas conforme o tamanho do grupo, depositando as mesmas numa bacia cheia de água benta que deverá ficar no centro da roda em que os participantes se encontram reunidos. O animador continua a motivação e vai amassando as pétalas dentro da água para que o perfume a impregne. 
Em seguida, orienta os demais a proceder desta forma:
- Cada um deverá abençoar o irmão com o perfume que Deus colocou em sua vida. 
- O primeiro abençoa seu vizinho da direita, este abençoa o seguinte da direita e assim por diante, até que termina quando o primeiro recebe a benção do último. Ainda pode-se processar da seguinte maneira: O primeiro escolhe alguém, o abençoa e é abençoado em seguida pela mesma pessoa.

É adequado que enquanto se processa tal dinâmica, se cante uma canção que reflitam a temática do amor de Deus por nós. 

Para a bênção, a pessoa deve ser orientada a molhar sua mão na água perfumada pelas pétalas, e fazer o sinal da cruz na fronte de quem está ao seu lado dizendo: “Recebe a benção do Deus Pai, Filho e Espírito Santo, que te ama com amor infinito!”.

* Retirada do livro “Dinâmicas para Celebrações” de autoria de Arnaldo de Oliveira Alves e Volney J. Berkenbrock,publicado pela Editora Vozes, 2006.

Em seguida, se faz a “Celebração”:

03 – CELEBRAÇÃO

Animador: Hoje nos encontramos como irmãos e irmãs, filhos do mesmo Pai, rico em misericórdia, e que continuamente nos cumula de bênçãos. Queremos, uma vez mais, acolher com muito carinho, todos vocês – que assumiram a missão de catequista em nossa comunidade. Nosso grupo quer assumir a Catequese e anunciar Jesus Cristo com alegria e entusiasmo. Vamos saudar cantando, essa necessidade de tornar Jesus Cristo e sua Igreja conhecidos e amados por mais e mais pessoas.

Canto: ♫  Eis-me aqui Senhor...

Animador: Queridos catequistas, queremos lembrar que ser catequista é fazer brilhar Jesus Cristo. É testemunhar Jesus Cristo com a própria vida, alimentando o espírito na alegria da partilha, entregando-se com ardor na missão de anunciar o Evangelho. É espalhar por aí, o bom perfume de Cristo. É isto que vocês querem?

Catequistas: Sim com a ajuda de Deus, quero continuar a ser catequista.

Animador: Vocês enriquecem a catequese da nossa comunidade. Que a sua participação neste grupo continue a ser para vocês motivo de alegria e de entusiasmo e que encontre entre nós a força e o ânimo para a missão que assumiram.

Animador: Alguns símbolos nos falam sobre a experiência de ser catequista. Enquanto estes símbolos são trazidos, vamos cantar.
(Entram: a Vela, a Bíblia, o Crucifixo, a imagem de Nossa Senhora, o vaso com flores, a jarra com água trazidos por alguns catequistas que devem ser escolhidos e orientados previamente).

Canto: ♫ Me chamaste... ou outro à escolha do grupo.

Animador: Pensando em todos estes símbolos e o que eles representam para a nossa caminhada, como eles nos guiam e levam pelo caminho fiquemos um pouco em silêncio.
(Depois de algum tempo)
O Cristo vivo e Ressuscitado que anunciamos; a Palavra de Deus, alimento e sustento para nós; a alegria de ser catequista expressa nessas flores, a água, símbolo do nosso batismo, fonte de renovação e saciedade, Maria, mãe protetora e guia para os catequistas... Tantos sentimentos evocam em nosso coração... Podemos partilhar os sentimentos que temos diante destes símbolos, tão vivamente presentes em nossa vivência de catequistas. Quem quiser pode expressar estes sentimentos, contando-nos o que sente, o que vai em seu coração...
(Deixar que os catequistas falem espontaneamente sobre os seus sentimentos, sua missão).

(Depois da partilha):
Animador: Catequese é questão de amor: olhamos as pessoas e vamos além de nós mesmos, como Jesus. É necessário sentir as necessidades, as dores, os sofrimentos e as esperanças daqueles que buscam fazer o caminho da catequese. Assim se realiza hoje o plano de Deus! Catequese é fazer como Jesus fez, mostrando com nossas vidas que amamos a Deus a aos nossos irmãos. Vamos cantar essa alegria...

Canto: ♫ Quando chamaste os doze primeiros (só o refrão, bem suave e calmo). Ou outro canto a escolha do grupo.

Animador: Fechando nossa celebração, vamos, de mãos dadas, rezar a oração que Jesus nos ensinou, pedindo ao Pai luz e alegria na caminhada, iluminação em nossa missão ...

Pai-Nosso, que estais no céu.... 

(É interessante providenciar “lembrancinhas”: sachê, difusor, alguma coisa perfumada ou cartão perfumado para presentear os catequistas).

SUGESTÕES:
Velas perfumadas


Difusor de odores

Sachê de sabonete perfumado (Natura)

Cartão perfumado

Ângela Rocha
Catequista

SEGUIDORES DO CATEQUISTAS EM FORMAÇÃO