sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

APRENDIZ QUE ESTUDA E APRENDE


Do catequista moderno se espera que seja aprendiz até o ultimo dia de sua vida e missionário até que lhe faltem as forças. Assim mesmo, o será pela oração. Pensará nos outros.
Do catequista moderno espera-se que tenha lido mais do que algumas apostilas. Espera-se que procure conhecer os principais livros da nossa fé como os médicos conhecem os principais compêndios de medicina e os advogados, os mais importantes compêndios de direito.
Estudar mais, ler mais, atualizar-se são as palavras da hora e de sempre. A eficácia da catequese repousa sobre este trinômio: orar, abrir-se, aprofundar. Era disso que Paulo falava aos Efésios, em Ef 3,14-19, quando propunha que se aprofundassem na catequese cristológica para irem mais fundo na sua fé, ao conhecer as muitas dimensões do Cristo: altura, profundidade, largura e comprimento. Por que será que ele falou dessas dimensões?
Estava propondo: estudo, oração, abertura e reflexão. Coisa de quem usa o cérebro! Coisa para quem, além de amar, deseja saber mais sobre Jesus e sua igreja e cada dia mais aprender a pensar como Jesus pensou!

Pe. Zezinho

SEGUIDORES DO CATEQUISTAS EM FORMAÇÃO