sexta-feira, 14 de novembro de 2014

CONFISSÃO DE FÉ

Confissão é o ato de confessar, de declarar alguma coisa a alguém. E nem sempre se refere aquela confissão que se faz no confessionário, com o padre. Nas Igrejas primitivas, por exemplo, se perguntava àqueles que iam ser batizados se eles aceitam Jesus, eles então, levantavam a mão e declaravam aceitá-lo. Esta é uma confissão de fé.

Bom, para nós isso parece desnecessário já que, a aceitação deve acontecer no coração e não precisamos dizer isso a ninguém. Só que encontramos em várias passagens das escrituras várias referências à confissão de fé como necessidade de salvação.

Um dos textos mais citados das Escrituras é, justamente, um texto que mostra à necessidade de se fazer a confissão de fé. Trata-se de Romanos 10, 9-10. Diz ali: “Portanto, se com tua boca confessares que Jesus é o Senhor, e se em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. É crendo de coração que se obtém a justiça, e é professando com palavras que se chega à salvação”.

Um outro texto muito importante sobre esse assunto é Mt 10, 24-33. Essas palavras foram ditas por Jesus, como um estímulo à coragem. Parece que os ouvintes de Jesus estavam com medo das conseqüências de se declararem discípulos Dele. Então ele faz esse discurso de conforto, animando as pessoas a confessarem o seu nome, concluindo nos versículos 32-33, o seguinte: “Portanto, quem der testemunho de mim diante dos homens, também eu darei testemunho dele diante de meu Pai que está nos céus. Aquele, porém, que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai que está nos céus”.

A confissão diante dos homens é cobrada pelo próprio Senhor Jesus. Quando você declara pertencer a Jesus, isso quer dizer que você está rompendo com o senhor deste mundo; está se negando a servi-lo. E é essa disposição que o Senhor Jesus cobra de nós. Essa é também uma exigência de Deus Pai, como prêmio por tudo o que Jesus fez pela raça humana, de esvaziar-se da sua condição divina e vir ao mundo na forma de servo para oferecer a sua vida pela salvação dos homens. É por isso que segundo Fl 2, 9-11, Deus Pai deu a Jesus: “Por isso Deus o exaltou soberanamente e lhe outorgou o nome que está acima de todos os nomes, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho no céu, na terra e nos infernos”.

Vejamos o que o apóstolo Paulo diz a respeito em 1Tm 6, 12: "Combate o bom combate da fé. Conquista a vida eterna, para a qual foste chamado e fizeste aquela nobre profissão de fé perante muitas testemunhas”. Creio que essas palavras já são suficientes para destacar a importância e a necessidade de fazermos a nossa confissão de fé no Senhor Jesus, aquele foi enviado ao mundo para nos salvar.

O desejo do meu coração é que você que já CRÊ, mas que ainda não fez a sua confissão, faça-a ainda hoje, para que você seja salvo, porque como diz em Rm 10, 10: "Porque com o coração se crê para justiça e com a boca se confessa a respeito da salvação".

Que Deus nos abençoe!

(Adaptação de um texto sem autoria, por Angela Rocha).


SEGUIDORES DO CATEQUISTAS EM FORMAÇÃO