sábado, 16 de fevereiro de 2019

ORIGEM E HISTÓRIA DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE

Catequizandos - Minas Gerais - CF 2018
Experiência piloto que deu origem à Campanha da Fraternidade teve início em 1961

Todos os anos, a Igreja no Brasil mobiliza todas as comunidades e paróquias a viver, no período da Quaresma, a Campanha da Fraternidade. Esta campanha teve início em 1961, quando três padres que trabalhavam na Cáritas Brasileira, um dos organismos da CNBB, planejaram uma campanha para arrecadar recursos a fim de financiar as atividades assistenciais da instituição. À essa ação, eles batizaram de “Campanha da Fraternidade”. Na Quaresma de 1962 foi realizada pela primeira vez a Campanha da Fraternidade na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte.

Devido ao bom êxito da experiência, no ano seguinte 16 dioceses do Nordeste também realizaram a campanha em suas comunidades. Esse projeto foi o embrião para a concepção do projeto da Campanha da Fraternidade que, mais tarde, seria assumida como uma ação da Igreja no Brasil como gesto concreto no período da Quaresma.

A Campanha da Fraternidade e o Concílio Vaticano II

Para estender a Campanha da Fraternidade a todas as dioceses do Brasil, era necessário fundamentar e estruturar seu projeto. Também em 1962 teve início na Igreja Católica o Concílio Vaticano II – reuniões nas quais os prelados discutiram e regulamentaram vários assuntos da Igreja. E essa foi a oportunidade que a Igreja no Brasil encontrou para conceber e estruturar melhor o projeto da Campanha da Fraternidade.

Ao longo de 4 anos seguidos, os bispos participaram em Roma das sessões do Concílio (1962 a 1965) e de inúmeras reuniões, diversos estudos e momentos de trocas de experiências. E foi assim, sob o espírito renovador do Concílio, que definiram o que seria a Campanha da Fraternidade para toda a Igreja no Brasil. Porém, não apenas isso: o tempo do Concílio foi oportuno também para a concepção e estruturação do Plano Pastoral de Emergência e o Plano de Pastoral de Conjunto, para o desencadeamento da Pastoral Orgânica e outras iniciativas de renovação eclesial.

Adesão das Comunidades Brasileiras

Depois de os padres terem estruturado e organizado como aconteceriam as Campanhas da Fraternidade, alguns passos foram determinantes para estabelecê-la como uma ação nacional.

20 de dezembro de 1964 – Os bispos brasileiros aprovaram o texto que fundamentava a ação. O documento recebeu o nome de Campanha da Fraternidade – Pontos Fundamentais apreciados pelo episcopado em Roma.

1965 – Cáritas e a Campanha da Fraternidade passaram a estar vinculados diretamente ao Secretariado Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Desde então, a CF passou a ser coordenada pela CNBB. Durante a transição foi ajustada a estruturação básica das campanhas.

1967 – A CNBB passou a redigir um subsídio mais completo para a Campanha da Fraternidade, ano após ano. Também em 1967 tiveram início os encontros nacionais da Coordenação Nacional e encontros de coordenações regionais da CF.

1970 – A Campanha da Fraternidade passou a ter o apoio do Pontificado Romano. Desde então, todos os anos o papa publica uma mensagem transmitida pelos meios de comunicação dando apoio apoio

1971 – A presidência e a Comissão Episcopal de Pastoral passaram a participar também dos encontros nacionais das Coordenações Nacional e Regionais da Campanha da Fraternidade.

Despertando a solidariedade, a consciência e ação social

Desde a sua primeira ação, em 1962, até os dias de hoje, a Campanha da Fraternidade é uma ação ampla de evangelização realizada anualmente no tempo da Quaresma. O principal objetivo é despertar a solidariedade dos cristãos e da sociedade a respeito de um problema real que atinge a sociedade brasileira, buscando caminhos e soluções para enfrentar e solucionar tais problemas.

Temas tratados pela Campanha da Fraternidade deste a sua criação

1964Igreja em RenovaçãoLembre-se: você também é Igreja
1965Paróquia em RenovaçãoFaça de sua paróquia uma comunidade de fé, culto e amor
1966FraternidadeSomos responsáveis uns pelos outros
1967CorresponsabilidadeSomos todos iguais, somos todos irmãos
1968DoaçãoCrer com as mãos!
1969DescobertaPara o outro, o próximo é você
1970ParticipaçãoSer cristão é participar
1971ReconciliaçãoReconciliar
1972Serviço e VocaçãoDescubra a felicidade de servir
1973Fraternidade e libertaçãoO egoísmo escraviza, o amor liberta
1974Reconstruir a casaOnde está teu irmão?
1975Fraternidade é repartirRepartir o Pão
1976Fraternidade e ComunidadeCaminhar juntos
1977Fraternidade na FamíliaComece em sua casa
1978Fraternidade no mundo do trabalhoTrabalho e justiça para todos
1979Por um mundo mais humanoPreserve o que é de todos
1980Fraternidade no mundo das Migrações, Exigência da EucaristiaPara onde vais?
1981Saúde e FraternidadeSaúde para todos
1982Educação e FraternidadeA verdade vos libertará
1983Fraternidade e ViolênciaFraternidade sim, violência não
1984Fraternidade e VidaPara que todos tenham vida
1985Fraternidade e FomePão para quem tem fome
1986Fraternidade e TerraTerra de Deus, Terra de irmãos
1987Fraternidade e o MenorQuem acolhe o menor, a mim acolhe
1988Fraternidade e o NegroOuvi o clamor deste povo!
1989Fraternidade e a ComunicaçãoComunicação para a verdade e a paz
1990Fraternidade e a MulherMulher e Homem: Imagem de Deus
1991A Fraternidade e o Mundo do TrabalhoSolidários na dignidade do Trabalho
1992Fraternidade e JuventudeJuventude – caminho aberto
1993Fraternidade e MoradiaOnde moras?
1994Educação e a FamíliaA Família, como vai?
1995A Fraternidade e os ExcluídosEras tu, Senhor?!
1996Fraternidade e PolíticaJustiça e Paz se abraçarão
1997A Fraternidade e os EncarceradosCristo liberta de todas as prisões
1998Fraternidade e EducaçãoA Serviço da Vida e da Esperança
1999Fraternidade e os desempregadosSem trabalho…Por quê?
2000Dignidade Humana e Paz (ecumênica)Novo Milênio sem Exclusões
2001Fraternidade e as DrogasVida sim, Drogas não
2002Fraternidade e Povos IndígenasPor uma terra sem males
2003Fraternidade e Pessoas IdosasVida, Dignidade e Esperança
2004Fraternidade e ÁguaÁgua, fonte de Vida
2005Solidariedade e Paz (ecumênica)Felizes os que promovem a Paz
2006Fraternidade e Pessoas com DeficiênciaLevanta-te, vem para o meio!
2007Fraternidade e AmazôniaVida e Missão neste chão
2008Fraternidade e Defesa da VidaEscolhe, pois, a Vida
2009Fraternidade e Segurança PúblicaA Paz é fruto da Justiça
2010Economia e Vida (ecumênica)Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro
2011Fraternidade e a Vida no PlanetaA criação geme em dores de parto
2012Fraternidade e saúde públicaQue a saúde se difunda sobre a terra!
2013Fraternidade e JuventudeEis-me aqui, envia-me!
2014Fraternidade e Tráfico HumanoÉ para a liberdade que Cristo nos libertou
2015Fraternidade: Igreja e SociedadeEu vim para servir
2016Casa Comum, Nossa ResponsabilidadeQuero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca
2017Fraternidade: Biomas brasileiros e defesa da vidaCultivar e guardar a criação
2018Fraternidade e superação da violênciaVós sois todos irmãos
* Com informações do blog da Edições CNBB

Nenhum comentário: