quarta-feira, 7 de outubro de 2015

DIA DE CATEQUESE: Perdoando e comendo pizza...

 Os encontros de catequese são momentos especiais na minha vida. São momentos muito especiais na minha vida. Não é só mais um dia da semana. É o dia da catequese!


Tive dias ruins sim, claro. Não sou perfeita, sou humana e, muitas vezes, tenho alguma coisa me incomodando ou minha quarta-feira não tá lá essas coisas. Mas o dia de catequese tem o poder divino de tudo consertar. As crianças carregam essa mágica com elas... Mesmo nos aborrecendo fazendo bagunça, desobedecendo ou não ficando quietas quando a gente precisa... elas fazem com que a gente volte a ser criança outra vez...

Hoje o encontro foi na "casa da Maria Paula" de novo. Dos meus nove catequizandos, só não conseguimos ainda, visitar duas casas. Os pais trabalham fora e não há ninguém em casa à tarde. Mas vamos ver, lancei a sugestão de fazermos isso num sábado. Quem sabe?

O engraçado é que o horário do nosso encontro é as 16 horas e algumas crianças sempre chegam bem antes. Quarenta minutos, meia hora. Hoje, uma hora antes eu já tinha "visita". E os nossos encontros estão quase se transformando mesmo em alegres tardes de "visita". Mesmo quando os encontros são nas salas de catequese, meia hora antes alguns já estão lá.

E a gente brinca, conversa e arruma o ambiente junto. Hoje, aqui em casa, as crianças chegaram e eu ainda nem tinha terminado de arrumar a cozinha. Maria Paula fez questão de ir ao mercadinho comprar refrigerante para oferecer a todos. E lá ficamos nós conversando sobre lavar a louça, arrumar a casa, quem gostava disso, quem gostava daquilo. Coloquei umas pizzas de improviso (coloquei a receita abaixo) no forno pra gente lanchar depois e começamos o encontro.

Ao redor da mesa de jantar fomos falar de erro, perdão, reconciliação. As crianças têm muitas dúvidas e medos com relação a isso. O momento da primeira confissão é aguardado com o coraçãozinho batendo a mil. Mas hoje não falamos muito da confissão em si, mas do que significa "perdoar", "reconciliar-se". Depois assistimos um filme sobre o Perdão. Um desenho animado da série "Os Vegetais"**, onde Larry, o pepino e Bob, o tomate, contam histórias para crianças sempre falando da Bíblia e de valores cristãos. As crianças adoram, ainda mais, comendo mini pizza com tomate!

O fato de abrir minha casa pras crianças e de cada um conhecer a casa do outro, não abre só as nossas portas não. Abre o nosso coração e a nossa vida! Com isso nós sabemos o ambiente onde cada um vive e se esse ambiente não é bom, o quanto ele pode ser melhorado. Claro que numa primeira e única visita as coisas ainda são meio "embaraçosas". A família ainda está meio sem jeito e não sabe bem o que fazer com a gente. Mas acredito que numa próxima vez as coisas comecem a perder a impressão de formalidade e se transforme em alegres momentos de se estar junto. Com certeza conhecer melhor um ao outro faz de um ano de catequese quase uma “vida”.

E aos poucos também vamos perdendo o medo “da confissão”. Por que ter medo se quem nos escuta é o “Nosso Pai”?

Mas vamos a minha receitinha de "Pizza de improviso":

- Corte alguns pães franceses (ou pão de forma) em rodelas e passe margarina em cada um;
- Coloque pequenas fatias de presunto, uma rodela de tomate e depois fatias de queijo, salpique orégano por cima e coloque no forno até o queijo derreter.
Pronto! Deliciosas “mini pizzas” saindoooo!

** "Os Vegetais" é uma produção gospel em desenhos animados que passou durante algum tempo na TV Record. Alguns dos vídeos podem ainda ser encontrados no Youtube.

Ângela Rocha

Agosto/2010

SEGUIDORES DO CATEQUISTAS EM FORMAÇÃO