sexta-feira, 4 de julho de 2014

AS CARACTERÍSTICAS DO EVANGELIZADOR


A cada dia é mais necessário que todos nós respondamos ao chamado de Jesus de ir pelo mundo e evangelizar. A sociedade precisa de apóstolos da nova evangelização de todas as idades, nacionalidades e profissões, precisa de pessoas que manifestem com sua própria vida que o cristianismo é o caminho para a salvação e que pode ser vivido plenamente em todas as realidades terrenas.

Assim, um apóstolo da nova evangelização deve possuir certas características. Ele deve ser:

• Militante: a tarefa de transformar o homem não é fácil. Não há fórmula mágica para isso. O apóstolo da nova evangelização concebe sua vida como um luta constante contra as forças do mal.

• Magnânimo: o apóstolo sabe que foi eleito para coisas grandes e que não tem tempo a perder em mediocridades ou lamentos. Tem um coração grande, em que cabe o mundo inteiro, pois ele está convidado a pregar a todos. Em seu coração cabem todas as necessidades, misérias, dores e alegrias dos homens. Ele sente a Igreja e o mundo como terra fecunda para o seu trabalho. Suas aspirações são grandes, assim como grandes são os seus desejos de luta, sua capacidade de amar e se entregar.

• Tenaz, forte e perseverante: a luta será contínua. A vitória não virá em um dia, nem em uma semana, nem em um ano: ele terá de lutar a vida toda. Por isso, são necessários apóstolos convictos, para que não desistam, para que combatam sem enfraquecer, para que não se deixem vencer pelo medo, a covardia, a falsa prudência ou as queixas.

• Realista: o apóstolo deve construir sobre a rocha, conhecer-se com todas as suas qualidades e limitações, e conhecer o campo onde tem de evangelizar e as dificuldades que vai enfrentar. Deste modo, poderá fazer planos que vão diretamente à raiz dos problemas. O apóstolo não pode viver de sonhos, deve lutar na realidade.

• Eficaz em seu trabalho: o apóstolo da nova evangelização coloca tudo o que está ao seu alcance na tarefa de evangelizar. Não se detém diante de dificuldades e sacrifícios. Busca sempre novos caminhos para alcançar o que lhe foi encomendado.

• Organizado: trabalha de maneira sistemática, de acordo com um programa que ele mesmo traçou. Sabe que sem ordem não pode haver eficácia. Reflete antes de atuar, traça objetivos, analisa dificuldades, traça estratégias, propões soluções, coloca-as em ação e avalia os resultados.

• Atento às oportunidades: sabe que a todo momento se apresentam oportunidades de evangelizar.

• Sobrenatural em suas aspirações: seus critérios não são deste mundo. Por isso, é capaz de empreender obras de envergadura com a confiança de que Deus suprirá suas limitações e lhe concederá a Sua graça. Sabe que o protagonista da missão é Deus e ele é só um instrumento dócil nas mãos de Deus.

Fonte: Catholic.net


SEGUIDORES DO CATEQUISTAS EM FORMAÇÃO