sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

AS BEM AVENTURANÇAS DE JESUS




As Bem Aventuranças de Jesus são a proclamação da Carta Magna do Reino de Deus que é o “mundo ao contrário!”

O Mundo em que se é Feliz optando pela Pobreza de Coração, que é uma maneira bonita de dizer a Liberdade diante de tudo e a Disponibilidade para com todos!
O Mundo em que se é Feliz quando se experimenta a Compaixão como comunhão interior com aqueles que sofrem e presença consoladora que não se deixa tentar pelas receitas fáceis nem pelas superficialidades beatas.

O Mundo em que se é Feliz quando se é Manso, que é uma maneira de chamar a um Coração despossuído e livre de desejos de dominar ou mandar nos outros.

O Mundo em que se é Feliz quando não se aceita ser Feliz sozinho e se assume a causa da Justiça Universal como uma luta não-violenta contra os motivos e os autores da desigualdade entre os Homens.

O Mundo em que se é Feliz quando ainda há Misericórdia, isto é, a experiência de que há casos e causas que ainda nos fazem revolver as entranhas e correr ao seu encontro num abraço consolador e libertador.

O Mundo em que se é Feliz procurando a Pureza do Coração e a Limpeza da Mente, em vez de nos tornarmos uns aos outros escravos de leis puritanas e regras da sensatez que nos moldam os comportamentos mas não nos tornam mais Humanos, como Jesus dizia daqueles fariseus que “lavavam o exterior de todas as coisas, mas tinham o interior sempre podre”! (Mt 23, 25)

O Mundo em que se é Feliz construindo a Paz que assenta na certeza de que deixa de ser um problema sermos diferentes quando aprendemos a tratar-nos e amar-nos como iguais!

O Mundo em que se é Feliz sofrendo pelas causas certas, sendo perseguido pelos injustos por causa da edificação da Justiça que é o reconhecimento da dignidade fundamental de todas as pessoas.

O Reino de Deus é este Mundo inaugurado por Jesus pela dinâmica do Espírito Santo e confiado aos seus discípulos na sua Ressurreição!
O anúncio evangélico da Ascensão de Jesus ao Céu, que é o anúncio da Ressurreição como mistério de "escondimento no seio de Deus", proclama aos discípulos de Jesus de todos os tempos esta missão de continuar a construção do Reino, porque “do Céu já Cristo tratou”: “Homens da Galileia, porque estais aí a olhar para o céu?! (At 1, 11)

É aqui e agora que esse Mundo Novo está a germinar… O Céu que Jesus prometeu e “estreou” na sua Ressurreição é a plenitude do Reino de Deus, mas é na história que os seus discípulos devem comportar-se como Povo a Caminho desse Reino, vivendo e construindo a história com critérios de Ressurreição e Horizontes de Esperança Eterna.

Felizes os discípulos de Jesus que já perceberam que não há “outra vida depois desta”, mas sim esta Vida que vivemos e construímos divinamente transfigurada!

Felizes os discípulos de Jesus que deixaram de “olhar para o céu”, os que finalmente se cansaram de esperar piedosamente “outro mundo” e começaram profeticamente a transformar este! Sim, porque o “outro mundo” que Jesus promete é este “mundo outro”, ou seja, recriado, renascido da entrega corajosa dos profetas da Palavra e dos servos do Espírito!
Vá lá! É sempre possível mais um bocadinho...


Pe. Rui Santiago

SEGUIDORES DO CATEQUISTAS EM FORMAÇÃO