quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

CELEBRAÇÃO PENITENCIAL

Preparando o Ambiente

  • Providenciar um galho seco para um dos lados do local da celebração, e muitas flores, com quatro (ou mais) velas acesas do outro lado.
  • Apagar as Luzes, deixando somente o Círio Pascal aceso.
  • Entregar velas para um dos catequizandos.

Orientando

Catequizandos de outras turmas (crisma, perseverança) podem ser convidados para participar desta celebração.

ACOLHIDA

Sinal da Cruz

Comentarista: Há dentro de cada um de nós uma voz misteriosa a que chamamos consciência. È como um “santuário” onde se encontra Deus. Como diz Santo Agostinho: Deus é mais intimo a nós do que nós mesmos.
È por essa voz misteriosa e íntima que somos constantemente chamados a seguir o apelo da vida e vocação à santidade.
Vamos, por isso, criar um ambiente onde possamos escutar Deus, pois só Ele poderá preencher todo o nosso ser.
E é no dialogo amoroso com Ele que podemos ver tudo o que nos impede de escutá-Lo e de cumprir a sua vontade que nos santifica e nos dá a felicidade verdadeira.

Canto:  BUSCAI PRIMEIRO
                                                                                                                                                                                                                                                                                               
Buscai primeiro o reino de Deus E a sua justiça E tudo mais será acrescentado Aleluia!Aleluia!
Não só o pão o homem viverá Mas de toda palavra Que procede da boca de Deus
Se vos perseguem por causa de mim Não esqueçais o porquê Não é servo maior  que o Senhor

Proclamar:
1 Sm 3,1-10

Comentarista 1:
Para celebrar bem o sacramento da reconciliação, é importante nos colocarmos diante do amor de Deus e pensarmos sobre a nossa maneira de viver esse amor com Deus e com os outros. È importante lembrar de tudo o que divide e impede a vivência da fraternidade.
Este é o primeiro passo para escutarmos a voz de Deus: o exame de consciência.
(falar pausadamente, dando um intervalo a cada pergunta).

Comentarista 2: Procuro no meu dia um momento de silêncio para me encontrar a sós com Deus? Deixo-me levar frequentemente para ambientes onde sei que Deus não está?
Procuro a voz de Deus na Bíblia, e procuro assimilá-la e gravá-la na minha inteligência e no meu coração?

Comentarista 3: Procuro escutar outros, principalmente meus pais, com paciência?
Preocupo-me com os sentimentos, as alegrias e as angústias dos que vivem á minha volta? Escuto, com paciência as críticas aos meus defeitos e falhas?

Comentarista 1: Estou atento aos acontecimentos do mundo, que entram em casa todos os dias pelo jornal, televisão, internet, que vão contra ao projeto do reino de Deus?

Comentarista 2: Estou atento nos encontros de catequese, ou outros momentos de reflexão que me são proporcionados na comunidade? Participo nas missas com entusiasmo e com a consciência plena de me encontrar com o Senhor, em comunhão com os irmãos?

Comentarista 3: Estou disponível para ajudar irmão que me pede auxílio? Aceito abrir meu coração para que caibam nele também as pessoas de que não gosto tanto?

(preparar 3 catequizandos para ler os atos de reconhecimento. A cada 3 atos que forem lidos, outro catequizando pode apagar uma das velas acesas junto ás flores. Podem ser acrescentados outros atos e mais velas acesas).

Catequizando 1: sempre que não escuto a Palavra de Deus na missa e na catequese, eu me afasto de Deus.

Catequizando 2: sempre que esqueço de falar a Deus na oração, eu me afasto de Deus.

Catequizando 3: sempre que deixo de ser amigo de meus pais e das outras pessoas... Eu me afasto de Deus.
Mantra: Misericórdia, Senhor, misericórdia/ Misericórdia. (2x)


Catequizando 1: sempre que não digo a verdade e engano os outros , eu me afasto de Deus.

Catequizando 2: sempre que sou egoísta e só penso em mim e nas minhas coisas, eu me afasto de Deus.

Catequizando 3: sempre que me recuso a ajudar os outros, até nas mínimas coisas, eu me afasto de Deus.
Mantra: Misericórdia, Senhor, misericórdia/ Misericórdia. (2x)


Catequizando 1: sempre que me considero mais importante que os outros, eu me afasto de Deus.

Catequizando 2: sempre que tenho dificuldades em perdoar e desculpar, eu me afasto de Deus.

Catequizando 3: sempre que deixo que a preguiça para as coisas de Deus tome conta de mim, eu me afasto de Deus.
Mantra: Misericórdia, Senhor, misericórdia/ Misericórdia. (2x)

Comentarista 1: Um segundo passo para bem celebrar este sacramento é reconhecermos, diante de Deus e dos irmãos que pecamos. È o arrependimento ou contrição.
Comentarista 2: O terceiro passo: confessar os pecados ao padre, e confiar na bondade de Deus e no seu perdão.
Comentarista 3: O último passo é a penitência. È termos consciência do perdão e da misericórdia de Deus, e saber que estamos unidos a Cristo e aos irmãos.


GESTO SIMBÓLICO

Comentarista 1: Como gesto simbólico, depois que já fizeram um exame de consciência e estão com o coração arrependido, chamamos cada catequizando para acender sua vela no Círio Pascal. Cada um de vocês irá confessar-se com o Padre, e será um momento de alegria e de encontro profundo com Cristo. Com perdão, vocês irão sentir uma verdadeira alegria espiritual, por estarem reconciliados com Deus e com irmãos. Que a luz de Cristo prepare seus corações!

Canto: DEIXA A LUZ DO CÉU

Tu anseias , eu bem sei , por salvação,
tens desejo de banir a escuridão.
Abre,pois de par em par teu coração e
deixa a luz do céu entrar
Deixa a luz do céu entrar.
Abre bem as portas do teu coração.
E deixa a luz do céu entrar.
Cristo a luz do céu , em ti quer habitar,
 para as trevas do pecado dissipar,
teu caminho e coração iluminar e deixa a luz
do céu entrar
(Refrão)
Que alegria andar ao brilho dessa luz,
Vida eterna e paz no coração produz.
Oh! Aceita agora o salvador Jesus e
deixa a luz do céu entrar
Comentarista 2: Rezemos a oração que Jesus nos ensinou e nos torna a todos irmãos em Cristo: Pai-Nosso...
(permitir um momento de silêncio, de interiorização)
DESPEDIDA

SEGUIDORES DO CATEQUISTAS EM FORMAÇÃO