terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

ROTEIRO DE ENCONTRO - REINO DE DEUS


“Venha a nós o Vosso reino”
                           
MATERIAL: Preparar um quadro ou uma cartolina com o desenho de um sol com vários raios, deixando espaço para que se escreva nestes raios. E no centro do sol escrever: “REINO de DEUS é...”

IDÉIAS BÁSICAS A SEREM TRABALHADAS:
01 - Reino de Deus - era um conceito conhecido pelo povo de Israel por causa das promessas e profecias do Antigo Testamento. No meio de tantos sofrimentos pessoais e de divisões sociais, o povo vivia esperando que Deus se manifestasse e solucionasse seus problemas. Israel vivia sob domínio de Imperadores, natural então, esperar por um novo REINO.
Nesse clima Jesus se apresenta como pregador do Reino. O povo achava que o reino de Deus era comida e festa, curas e milagres. Quiseram coroar Jesus como Rei interessados nos bens materiais apenas, Ele desmistificou este conceito deixando-se flagelar.

02 - Dados interessantes: Cada grupo de pessoas achava que o Reino seria como seus sonhos pessoais :
- Os zelotas eram guerrilheiros, o reino deles era a libertação política da nação;
- Os essênios baseavam-se em banhos de purificação, o reino seria da Pureza ritual;
- Os Fariseus e doutores da lei entendiam o reino como o povo todo seguindo a lei de Moisés;
- Os sacerdotes se enriqueciam com os sacrifícios de animais no templo, o Reino viria com muita prática de sacrifícios;
....e assim cada um esperava o Reino de seus desejos pessoais.

03 - Que é o Reino de Deus? - É o Projeto de Deus para toda a humanidade. É um sonho em que todos os seus filhos (as) tenham Alegria, Justiça e Paz no Espírito Santo: “Pois o reino de Deus não é comida e bebida, mas é justiça e paz e alegria no Espírito Santo.” (Rm 14,17). Sejam felizes, realizem-se como pessoas em todas as dimensões da existência humana. Reino de Deus é felicidade e bem-estar para todos. É vida em abundância: “Eu vim para que tenham vida, e atenham em abundância” (Jo 10,10), com todas as condições para uma vida digna: acesso à alimentação e à moradia, à educação e à saúde, ao emprego e à subsistência, à segurança e à justiça social. 
Seria como uma PLATAFORMA de GOVERNO de Deus, com programas e prioridades de ação que façam acontecer sua vontade.

04 - Como Jesus mostra o Reino? - Para Jesus a pregação do reino de Deus era acompanhada de obras que exprimiam a aproximação de Deus, a vinda gratuita de Deus, a solidariedade de Deus para com a humanidade oprimida. Entre tantas expectativas, Jesus anuncia um reino diferente. É Universal, para todos. Inicia-se nas pequenas coisas, na simplicidade, na predileção pelos pobres,doentes,marginalizados. O anúncio do Reino do amor e da bondade, da santidade e da graça, da justiça e da paz; exige de Jesus uma prática conflitiva, marcada por incompreensão e perseguição. Uma prática de martírio até a morte de cruz. Jesus deixou claro que veio fazer a vontade do Pai (Jo 4,34; 5,30): “A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e realizar a sua obra.”, “...não busco a minha vontade, mas a vontade do Pai que me enviou.”; e anunciar o Reino de Deus-Pai: “O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos, e crede no evangelho.” (Mc 1,15), e mostra por sinais o Reino.

05 - Enfim, o que é O Reino?
- É BOA NOTÍCIA- Lc 4, 43
- É fermento na massa - Mt 13, 33
- É grão de mostarda - Lc 13, 18
- É Lâmpada - Lc 8, 16
- E dom e partilha - Lc 18, 22
- É para todos - Lc 13,18
- É tesouro escondido - Mt 13, 44
- É pérola preciosa - Mt 13, 45
- É rede lançada ao mar - Mt 13, 47
- É expulsar os demônios - Lc 11, 20
- Pertence às crianças - Lc 18, 16
- Pertence aos pobres - Lc 6, 20
- Está no meio de nós - Lc 17, 21
- Está próximo – Mc 1, 14-15
- É perdão - Lc 15,11ss
- Se inicia neste mundo, mas não é deste mundo - Jo 18,36
- Se realiza na forma de semente - Mc 4, 26

O Reino acontece dentro de nós. É converter-se. É fazer Jesus habitar em mim e fazer sua obra em mim. O Reino é revelação de Jesus nos evangelhos, é exigência, não é COMODIDADE. É muito mais malhação que CURTIÇÃO !! Encontrar-se com Jesus e praticar as bem-aventuranças é viver a UTOPIA, o sonho de Deus aqui e agora e no final dos tempos na sua plenitude, TOTAL !!

DINÂMICA DO ENCONTRO: 
Ø  Pedir que pensem e anotem como seria o lugar de seus sonhos. Onde gostariam de viver, como seriam as pessoas de convivência, enfim, o paraíso sonhado. Resumir as principais características, umas seis;
Ø  Socializar,eles lêem e você vai agrupando por semelhanças de sonhos. No final quem moraria com quem;
Ø  Explicar que os povos esperavam um reino de seus sonhos e aí vem Jesus...Qual é o reino que ele apresenta? Vamos ver...
Ø  Distribuir as citações (ITEM 05), um para cada um ou agrupar conforme as semelhanças dos sonhos se der (Respostas da primeira atividade);
Ø  Eles pesquisam e colocam no quadro suas descobertas, formando um sol, no meio escrever: REINO de DEUS é ... (Os raios do sol são as respostas).
Ø  Explicar dando então o conteúdo do Reino de Deus, sentindo, ouvindo o que eles tem a dizer.
Ø  Ler Isaías 65, 17-25;
Ø  Tocar a música “Dias melhores” do J QUEST, incentivá-los a cantar pelo menos o refrão;
Ø  Celebrar conduzindo para a ação. Gesto concreto: O que fazer para realizar o Reino dos seus sonhos? O importante é levar à conversão, à responsabilidade de construir esse Reino aqui-agora!  

FINALIZANDO: Para terminar um Pai-Nosso bem rezado, saboreando cada frase. 

Para Inspiração: (Pode ser entregue aos catequizandos para ler em casa com os pais)

LEITURA BÍBLICA: Is. 65, 17-25
“Porque, eis que eu crio novos céus e nova terra; e não haverá mais lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão.
Mas vós folgareis e exultareis perpetuamente no que eu crio; porque eis que crio para Jerusalém uma alegria, e para o seu povo gozo.
E exultarei em Jerusalém, e me alegrarei no meu povo; e nunca mais se ouvirá nela voz de choro nem voz de clamor.
Não haverá mais nela criança de poucos dias, nem velho que não cumpra os seus dias; porque o menino morrerá de cem anos; porém o pecador de cem anos será amaldiçoado.
E edificarão casas, e as habitarão; e plantarão vinhas, e comerão o seu fruto.
Não edificarão para que outros habitem; não plantarão para que outros comam; porque os dias do meu povo serão como os dias da árvore, e os meus eleitos gozarão das obras das suas mãos.
Não trabalharão debalde, nem terão filhos para a perturbação; porque são a posteridade bendita do SENHOR, e os seus descendentes estarão com eles.
E será que antes que clamem eu responderei; estando eles ainda falando, eu os ouvirei.
O lobo e o cordeiro se apascentarão juntos, e o leão comerá palha como o boi; e pó será a comida da serpente. Não farão mal nem dano algum em todo o meu santo monte, diz o SENHOR.”


Ângela Rocha

SEGUIDORES DO CATEQUISTAS EM FORMAÇÃO