segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

ROTEIRO DE ENCONTRO CATEQUÉTICO – O PAI NOSSO

Criação: Patrícia Cândido dos Santos Bonot – Cocal do Sul-SC





  A
  N
  T
  E
  S
Interlocutores
(Catequizandos)
- Crianças e Adolescentes
- Catequese de Eucaristia II e Crisma II (Idade 10 anos e 13 anos)
 (Importante: a idade ideal é esta, crianças abaixo dos 10/11 anos não tem capacidade de “abstração” ou meditação suficientes para aproveitar um encontro assim. O catequista pode ter dificuldade em fazê-los se concentrar na oração).
Duração
 - 90 minutos
Local
 Sala de Catequese
Tema/Conteúdos
 - O Pai Nosso
 - Catequista:Patrícia S. Bonot
 - Paróquia:Nossa Senhora Da Natividade/Cocal do Sul/SC
Objetivo(s)
 -Despertar nos catequizandos o interesse de rezar corretamente a Oração, refletindo passo a passo a oração que Jesus nos ensinou .
Material
(Recursos)
 - Bíblia
 - Dinâmica –Pai Nosso Meditado (conversa entre Deus e o Cristão)
 - Altar com Bíblia, vela, crucifixo e uma imagem de Jesus Meditando (pode ser retirada da internet).









  D
  U
  R
  A
  N
  T
  E








Passos
metodológicos
 - Acolhida/Motivação
 - Recebê-los alegremente dando boas vinda, pois é dessa maneira que Jesus recebe e acolhe a todos nós.
 - De mãos dadas iniciar a Oração do Pai Nosso, e Invocar o Espírito Santo pedindo suas luzes para que nossas mentes estejam abertas para compreender bem todo o Encontro.
 Palavra – Mateus 6, 6-15.

 Oração
 -Nesse momento iniciar com eles mais uma vez a Oração do Pai Nosso normalmente. Após a oração pedir que relembrem e meditem juntos o texto Bíblico em que Jesus num gesto de Amor nos ensina a nos comunicar com o Pai através da Oração.
 - Falar da importância de fazer uma oração que, não é somente rezar e pronto.
 - A oração é a maneira mais importante que temos para nos comunicar com Deus e sendo assim não podemos fazer por fazer...













Atividades educativas
 Dinâmica Pai Nosso Meditado em Mp3

 - Nesse momento apagar as luzes e pedir para todos fecharem os olhos e fazer silêncio absoluto. Pedir que na medida em que eles forem ouvindo a conversa entre Deus e o Cristão, que eles se ponham no lugar do Cristão para assim irem meditando passo á passo a oração. Ligar o som e deixar a dinâmica seguir até o fim.

 Refletir a Dinâmica

 - Após terminar a execução do áudio, perguntar a eles como estão se sentindo... Como foi a conversa com Deus. Perguntar a eles se alguma vez eles haviam refletido a oração do Pai Nosso. Perguntar a eles se lembram de tudo que conversaram com Deus enquanto estavam escutando a oração, se lembram do que pediram, prometeram, se perdoaram enquanto rezavam o Pai Nosso. Conversando, falar pra eles que todas as vezes que nós cristãos queremos nos comunicar com Deus, devemos fazê-lo por meio da oração, com muito  amor, cuidado, respeito e, principalmente, de forma VERDADEIRA.





Compromisso
(sócio-transformador)
 - A partir de hoje firmamos o compromisso de conversar com Deus sempre. Seja pela Oração do Pai Nosso, que diz a ele tudo que queremos dizer, seja por uma “conversa” de coração.
 - Conversar com os Pais em casa convidando-os para um encontro em que os Pais irão meditar o Pai Nosso da mesma forma que eles.

  D
  E
  P
  O
  I
  S



Avaliação

 - Avaliar pontos positivos e negativos.


Eu sugiro que após um encontro sobre o Pai Nosso, feito assim, com bastante profundidade, que se aproveite uma Celebração com a Comunidade toda reunida para fazer um “Rito de entrega” da oração. É a “Festa do Pai Nosso”.

Na hora da oração, durante a missa, o sacerdote chama as crianças, faz uma monição a respeito da importância desta oração, os catequistas entregam a oração aos catequizandos em formato de pergaminho, enroladinho, amarrado com uma fita dourada... Em seguida, todos rezam juntos com a assembléia.

Este Rito de Entrega está previsto no RICA e pode ser adaptado (pág. 104).
Caso não seja possível fazer isso na missa, pode ser feito numa celebração catequética.



SEGUIDORES DO CATEQUISTAS EM FORMAÇÃO