quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

ORAÇÕES À MARIA

A mais antiga Oração Mariana


À vossa proteção recorremos Santa Mãe de Deus. Não desprezeis as nossas súplicas em nossas necessidades, mas livrai-nos sempre de todos os perigos, Ó Virgem gloriosa e bendita!”.

A oração “Sub tuum praesidium” (À vossa proteção) é a mais antiga oração a Nossa Senhora que se conhece.

Encontrada num fragmento de papiro, em 1927, no Egito, remonta ao século III. Tem uma excepcional importância histórica pela explícita referência ao tempo de perseguições dos cristãos (“Estamos na provação” e “Livrai-nos de todo perigo) e uma particular importância teológica por recorrer à intercessão de Maria invocada com o título de Theotókos (Mãe de Deus). Este título é o mais importante e belo da Virgem Santíssima. Já no século II era dirigido a Maria e foi objeto de definição conciliar em Éfeso em 431. O texto primitivo do qual derivam as diversas variações litúrgicas (copta, grega, ambrosiana e romana) é o seguinte:

Sob a tua misericórdia nos refugiamos. Mãe de Deus!
Não deixes de considerar as nossas súplicas em nossas dificuldades, mas livra-nos do perigo, Única Casta e Bendita!”

Theotókos: O título que comumente se traduz por "Mãe de Deus", quer dizer, ao pé da letra: "Aquela que deu à luz Deus", em latim Deipara. Este título professa que a pessoa que Maria deu à luz, é a pessoa do Filho de Deus ou a segunda Pessoa da SSma. Trindade na medida em que quis assumir a carne humana. Note-se que o vocábulo Theotóke é forma de vocativo; donde se depreende que a oração é dirigida a Maria, como expressão da grande antiguidade da devoção mariana no povo de Deus.


Fonte: Dom Estêvão Bittencourt (OSB) - Paraclitus.



Acompanhe os nossos textos sobre "Orações à Maria" nas próximas publicações:

- A mais antiga Oração Mariana;
- Como surgiu a Oração da Ave-Maria;
- Origem do Rosário: 150 Ave-Marias, referência aos 150 salmos;
- O Rosário;
- A origem da Oração Salve Rainha;
- Consagração à Maria.

SEGUIDORES DO CATEQUISTAS EM FORMAÇÃO